# Centro de Itaipu para pesquisa em gestão de recursos hídricos é reconhecido pela UNESCO | Green FM
terça-feira , 21 maio 2019
Home /
Centro de Itaipu para pesquisa em gestão de recursos hídricos é reconhecido pela UNESCO
Seis das 14 comportas do vertedouro da Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, no Paraná, estão abertas para escoar o excesso de água, causado pelo grande volume de chuvas dos últimos dias na região Sul. No domingo (18), a vazão chegou a 4,5 milhões de litros de água por segundo – quantidade equivalente a três Cataratas do Iguaçu.

Centro de Itaipu para pesquisa em gestão de recursos hídricos é reconhecido pela UNESCO

Firmado em junho (24), um acordo entre a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e a Itaipu Binacional reconheceu o centro de pesquisa mantido pela administradora da hidrelétrica como instituição de categoria II vinculada à agência da ONU.

Criado por meio de uma parceria entre os governos do Brasil e do Paraguai, com o apoio da UNESCO, o Centro Internacional de Hidroinformática para Gestão Integrada de Recursos Hídricos (CIH) já contribuía ativamente para o Programa Hidrológica Internacional do organismo das Nações Unidas.

O CIH é um instituto científico voltado para a gestão ambiental e o uso apropriado de recursos naturais por meio de soluções inovadoras e ferramentas de hidroinformática. O centro investe também em capacitação de profissionais e em iniciativas para disseminar o conhecimento em gerência hídrica desenvolvido no local.

“Esse projeto traduz em ação o mandato da UNESCO para construir pontes de diálogos e fortalecer a cooperação científica. Também é um exemplo importante dos benefícios da cooperação Sul-Sul na busca de superação dos desafios do século XXI”, disse a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, durante encontro para assinatura do acordo.

Atualmente, a hidrelétrica de Itaipu é uma das maiores geradoras de energia renovável do mundo. A usina responde por cerca de 80% da energia produzida no Paraguai e por 20% da gerada no Brasil. A Itaipu Binacional também conta com um amplo programa ambiental para a região onde está localizada.

“A Itaipu não apenas produz energia renovável limpa, ela também cumpre com uma responsabilidade social, convidando comunidades para contemplar as ações governamentais alinhadas ao mandato das Nações Unidas e à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, explicou o diretor-geral da Itaipu no Paraguai, James Spalding.

A expectativa é de que, no futuro, a parceria entre o CIH e a UNESCO seja fortalecida e o centro se torne um dos 28 centros hídricos sob auspícios da agência.

Via NacoesUnidas.Org

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top