# Algas mostram para cientistas como é possível sobreviver às mudanças climáticas | Green FM
quinta-feira , 18 outubro 2018
Home /
Algas mostram para cientistas como é possível sobreviver às mudanças climáticas
Startup Wiki

Algas mostram para cientistas como é possível sobreviver às mudanças climáticas

Um novo estudo comandado por cientistas da Universidade de Rutgers, em Nova Jérsei, nos Estados Unidos, analisou algas verdes que evoluíram para tolerar condições hostis em pântanos. De acordo com os dados dessa pesquisa que é destaque na revista Molecular Biology and Evolution, elas não morreram com a mudança climática porque ‘roubaram’ em genes resistentes de bactérias.

A estrutura da espécie de alga verde unicelular chamada Picochlorum explica como a natureza pode modificar os genomas e sugere maneiras pelas quais seria possível tornar um organismo mais resistente. O estudo descobriu que para lidar com situações de tensão física, as algas se aproveitavam de genes de bactérias e, assim, se aliviavam.

Os resultados revelam como os genomas miniaturizados de algas verdes evoluíram a partir dos genomas maiores de seus ancestrais de água doce para se tornar produtores primários resilientes de compostos orgânicos que sustentam os ecossistemas.

“Esta transição para um ambiente mais salgado e hostil alcançado por essa espécie ocorreu ao longo de milhões de anos, mas paraleliza o que está acontecendo em uma escala mais rápida agora devido às mudanças climáticas”, disse Debashish Bhattacharya, pesquisadora responsável pelo estudo.

Entender como as microalgas se adaptam a ambientes em rápida mudança pode ajudar a esclarecer o impacto potencial da mudança climática na biologia na base da cadeia alimentar, diz a pesquisa.

Os próximos passos incluem o desenvolvimento de espécies robustas de Picochlorum como matéria-prima de biocombustível e como alvos de engenharia genética para a produção de bioprodutos. Esse trabalho está em andamento no Departamento de Energia dos EUA e em vários laboratórios de pesquisa.

Via Rutgers.Edu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top