segunda-feira , 20 novembro 2017
Open Popup
NOVIDADES GREEN
Home / Notícias / China investe em uma nova fonte de energia limpa: gelo combustível
China investe em uma nova fonte de energia limpa: gelo combustível
imagem divulgação

China investe em uma nova fonte de energia limpa: gelo combustível

O fundo do Mar da China Meridional é rico em hidrato de metano, conhecido por gelo combustível. E os chineses foram os primeiros a conseguiu extrair uma quantidade considerável deste combustível que no futuro pode vir a ser uma fonte de energia revolucionária.

O hidrato de metano ou gelo combustível é uma mistura gelada de água e gás. Praven Linga, professor do Departamento de Engenharia Química e Biomolecular da Universidade Nacional de Singapura, explica que parecem cristais de gelo, mas olhando mais atentamente vêem-se moléculas de metano dentro das moléculas de água que quando a pressão se reduz ou a temperatura sobe, os hidratos decompõem-se em água e metano, o que faz deste “gelo de fogo” um combustível com grandes possibilidades energéticas no futuro.

Para os cientistas tudo leva a crer que este gelo combustível possa vir a ser uma fonte de energia revolucionária que poderá suprir as necessidades energéticas. Foram descobertos grandes depósitos por baixo dos vários oceanos, localizados essencialmente nas extremidades dos continentes.

Ao extrair uma quantidade considerável deste combustível, a China deu um grande passo. Mas, vários outros países estão interessados no “gelo de fogo” e em resgatá-lo de forma segura e rentável, pois o processo é complexo e por si só consome muita energia, o que faz com que não seja uma tarefa fácil.

Apesar de só há 10 ou 15 anos terem sido iniciadas estas extrações, os hidratos de metano foram descobertos, primeiramente no norte da Rússia, nos anos 60.

Alerta

O perigo está na extração com a possibilidade de que o metano escape, o que teria consequências graves para o aquecimento global, já que se trata de um gás com um potencial de impacto sobre as mudanças climáticas muito maior do que o dióxido de carbono.

Comentários
Scroll To Top
Shares