quinta-feira , 27 abril 2017
Open Popup
NOVIDADES GREEN
Home / Notícias / ABTO pede a Paul McCartney que cante “Die and Let Live” para apoiar a doação de órgãos
ABTO pede a Paul McCartney que cante “Die and Let Live” para apoiar a doação de órgãos
imagem divulgação

ABTO pede a Paul McCartney que cante “Die and Let Live” para apoiar a doação de órgãos

A doação de órgão ainda é preocupante e relativamente pequena perto das reais necessidades do País. Pensando em chamar a atenção das pessoas para um assunto que, na maioria dos casos, salva vidas, a ABTO – Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos – lançou a campanha “Die and Let Live” #Sing4LifePaul.

A ideia consiste em viralizar um vídeo via redes sociais, alcançando o maior número de pessoas até chegar ao ex-Beatles, Paul McCartney. No vídeo, o brasileiro Keke que teve o coração transplantado há um ano faz o apelo ao rockeiro, pedindo que ele cante a música invertida “Die and Let Live”, em apoio a doação.

“Paul tem milhões de seguidores nas redes sociais e é um influenciador desde sempre. Nosso pedido é que ele grave um vídeo cantando a nossa versão da clássica canção “Live and Let Die”, do Paul McCartney & The Wings, para dar a dimensão e importância para o assunto. Queremos que as pessoas se sintam incentivadas a tornarem-se doadoras de órgãos”, explica Roberto C. Manfro, Presidente da ABTO.

Hoje, no Brasil, existem mais de 30 mil pessoas na fila à espera de um transplante e outras centenas de milhares estão espalhadas por todo o mundo. De 2015 para 2016, o Brasil obteve aumento de 3,5% nas doações, atingindo 14,6 doadores por milhão de população (pmp). Embora este resultado seja favorável, houve leve redução na recusa familiar no país, o que mantém o índice de rejeição ainda alto. Atualmente, 43% das famílias brasileiras entrevistadas não autorizam a doação dos órgãos (em 2015, o índice era de 44%).

A corrente lançada pela ABTO chama atenção para os números no Brasil, mas principalmente para a falta de cultura da doação. O assunto ainda é tabu para muitas pessoas e esse estigma precisa ser quebrado. Incentive essa campanha você também. Assista ao filme e compartilhe em suas redes. Seja um doador de órgãos!

Via AI

Comentários
Scroll To Top