# 76% dos paulistanos apoiam limite na circulação de veículos para diminuir poluição | Green FM
segunda-feira , 20 agosto 2018
Home /
76% dos paulistanos apoiam limite na circulação de veículos para diminuir poluição
imagem divulgação

76% dos paulistanos apoiam limite na circulação de veículos para diminuir poluição

Uma pesquisa divulgada pela Rede Nossa São Paulo e Ibope Inteligência, em parceria com o Sesc, apontou que 76% dos paulistanos são favoráveis à adoção de medidas que possam limitar a circulação de veículos para diminuir a poluição na cidade. Outros 20% se posicionaram contra e 4% não souberam se posicionar sobre o tema.

O estudo, que leva o nome de “A cidade e o meio ambiente”, mostrou que há neste momento uma grande preocupação com a poluição, que parece motivar o paulistano a apoiar a aplicação de medidas severas para viver com maior qualidade de vida.

Quando os entrevistados foram questionados sobre qual a medida que mais ajudaria a diminuir a poluição da cidade, o retorno da inspeção veicular ambiental é o item que tem mais adesões: 30%. A alternativa “limitar a circulação de veículos em algumas ruas e avenidas do centro expandido da cidade” fica em segundo lugar, com 21%. “Ampliar o horário de duração do rodízio na cidade” obtém 16%. A opção “aumentar o número de dias do rodízio de carros para dois ou mais dias” registra 13%, enquanto “ampliar a área do rodízio considerando o centro expandido e também ruas de bairros e periferias” é assinalada por 11% dos pesquisados. A medida que tem o menor percentual de respostas, com 4%, é “cobrar pedágio urbano, ou seja, cobrar uma taxa para entrar e circular de carro no centro expandido”.

Outros dados importantes: quase 5 em cada 10 dos paulistanos afirmam que com certeza deixariam de consumir produtos que geram prejuízos ambientais e sociais. E embora 4 em cada 10 paulistanos não separem os resíduos recicláveis, aqueles que se dispõem a separar tais materiais estão mais propensos a alterar seus hábitos de consumo de acordo com o impacto socioambiental.

A pesquisa na íntegra da Rede Nossa São Paulo pode ser conferida AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top